sexta-feira, 5 de abril de 2013

Faltas injustificadas na Câmara

Atualizado dia 19/4/2012, às 14h40

Atendendo a pedido da imprensa, e tendo em vista a publicidade do inquérito civil que apura os fatos, o Ministério Público informa que, até a data de hoje, a situação do Inquérito Civil Público nº 06.2012.00006206-5 é a seguinte:

TACs já assinados

1) Olnear Ortis Ceccato, duas faltas, R$ 1.228,57
2) Hélio da Silva Winckler, doze faltas, R$ 8.425,75
3) Bruno Linhares Bortoluzzi, cinco faltas, R$ 3.127,44
4) Rodrigo Vivan Fortes, nove faltas, R$ 4.957,90
5) José Alves de Quadra, cinco faltas, R$ 3.457,94
6) Arnaldo Thomaz Almeida Lovatel, uma falta, R$ 641,15
7) João Paulo Menegatti, três faltas, R$ 2.036,25
8) Leandro Júnior Vigo, sete faltas, R$ 4.358,14
9) Fabiano Radin, duas faltas, R$ 1.378,06
10) Carlos Augustinho Colatto, duas faltas, R$ 1.515,39
11) Ivo Crescêncio Borba, oito faltas, R$ 5.440,30
12) Gelson Saibo, nove faltas, R$ 6.111,11 (assinado pelo advogado)
13) Enioivan Marques, três faltas, R$ 2.077,15
14) Rafael Gasparini, oito faltas, R$ 5.712,46
                                                   
Total: R$ 50.467,61

Observações:

Os valores serão restituídos diretamente à conta da Câmara Municipal. O prazo para pagamento foi convencionado com cada ex-vereador dependendo do valor total a ser restituído. Os valores por faltas  variam de acordo com a data de cada falta, tendo em vista os índices de atualização monetária.

Com a assinatura de todos os TACs, o inquérito foi arquivado e será submetido ao Conselho Superior do Ministério Público para homologação.

Nenhum comentário: