sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Serraria irregular tem atividades suspensas e pagará multa

Madeiras empilhadas. Imagem ilustrativa.
Uma serraria flagrada operando clandestinamente (sem alvarás e licenças ambientais) foi autuada pela Secretaria de Políticas Ambientais a pedido do Ministério Público.

Conforme reclamações recebidas na 2ª Promotoria de Justiça, a serraria, que ficava atrás do campo da Agriter, em Xanxerê, não tinha alvarás e as licenças ambientais, gerava grande poluição sonora e espalhava serragem nas proximidades.

O representante da empresa celebrou TAC com a Promotoria e se comprometeu a suspender as atividades até a obtenção das licenças, a comprovar o pagamento das multas impostas pela Secretaria de Políticas Ambientais, e a pagar compensação ambiental no valor de R$ 1.000,00.

SIG 06.2013.00011460-8

Nenhum comentário: